28 de jan de 2014

POEMAS E POESIAS 5: CASA



AUTOR: Manoel Guilherme de Freitas.
TIPO: Texto.
PASTA: Educação e Artes.(Acima nos Cabeçalhos)

CASA 





É lar, é conforto,
onde reside gente,
que interage uns com os outros, ou não?

Também, pode ser o osso,
que gera desgosto
se não for mal administrada.

Ainda assim, pode ser engraçada,
se tiver valores,
contrapondo agressores de uma vida saudável.

Defino-te assim,
vindo de mim,
através dos sentimentos,
pois não é o fato de ser gente,
que vira engraçada.

Ela é tudo no mundo moderno,
ou seja, não é só esmero,
que habita pessoas,
com seus problemas.

Decerto, amizades,
nela narradas
no seu habitat.

O Poeta, terceira parte de sua descrição, a segunda parte está disponível na poesia anterior,  no link abaixo:

EDUCADOR EM CASA



O fato é que a produção literária tem se tornado constante e de qualidade, pelo menos é o que os leitores dizem. Tanto é que o jornal Gazeta do Oeste, pulicou no caderno Expressão, dia 30/12/2013, o poema Amor, e assim os textos vão sendo aceitos na mídia virtual e impressa.
Somado a isso, o jornal Mundo Jovem, no quadro dica de leitura, sugeriu o poema Consciência negra, no mês de nov/2013, como suporte didático pedagógico para se trabalhar esta data em aulas de literatura . Hoje, o leque de poemas é vasto e diversificado, principalmente através de temas universais e filosóficos, bem como do cotidiano, a saber: amor, política, utopia, sentimentos, liberdade, consciência negra, aula. Enfim, tem temas para tudo gosto do leitor.

Eles farão parte do livro, a ser publicado neste ano, 1º semestre/2014 intitulado de: “Trilhas do imaginário poético” e, alguém terá dúvida de que será um sucesso? Hoje, são quase 30 poemas no jornal Mundo jovem, fora muitos outros, que estão sendo publicados nos blogs e revistas do país. Portanto, a literatura tem tornado alimento da alma, do espírito, pois a partir dela, eu consigo expor inquietudes, sentimentos, que mudam transformam a vida de muita gente, daí aproveitar esse dom para tentar melhorar a reflexão do homem no planeta terra.

Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário