1 de set de 2010

Novos Acordos Venezuela Rússia

Estes acordos bi-laterais foram assinados em 03/04/2010, e esta minha analise é do dia 04/04/2010, publicada no Plano Brasil. Creio que seja ainda atual pois o acordo ainda é valido!



Autor: Francoorp
Este Texto é sobre os novos acordos da Venezuela com a Rússia, nestes últimos dias vimos que os dois líderes se encontraram e fizeram novos acordos na área energética, e isso gerou o nascimento de um novo programa nuclear venezuelano para fins pacíficos.
Mas qual é o interesse da Rússia neste acordo?
Próprio este país que possui enormes reservas de petróleo o gás natural?
E por que investir e entrar assim pesadamente em um outro país que possui os mesmo produtos naturais energéticos que ele???
O que é este interesse Geopolítico da Rússia na Região?
E ainda a pergunta que não quer calar,  por que o Chávez não extrai sozinho este petróleo do subsolo venezuelano, acumulando assim para a Venezuela as riquezas e os poderes derivados destas fontes energéticas naturais, sem ter que dividir isso tudo com alguém?
A Geopolítica internacional vale como uma garantia mínima de relações internacionais entre os povos, e esta relação é diretamente ligada aos interesses recíprocos… e nenhum interesse entre os povos, atualmente, é mais intenso quanto o interesse em fontes energéticas!!!
A Rússia não quer petróleo e gás pra ela, eles tem enormes reservas, gigantescas extrações e obviamente são grandes exportadores (pra União Européia, que nada possuí) , mas mesmo assim o Cremlim incentiva que as empresas russas expandam a extração e os próprios negócios internacionalmente, por quê???
Para ter o CONTROLE do maior número de FONTES energéticas possível neste mísero e insignificante planeta do universo!!!
E nada é mais fácil e garantido que obter este controle das fontes através de um líder demagogo e populista!!!
Os Yankees são mestres neste assunto, mas a Rússia não fica atrás, e também o é!!

O problema nesta estória aqui na América Latina, é que nós brasileiros ainda somos um país de 3° mundo, pouco industrializado e com uma mentalidade servil nos confrontos de uma ou várias potências internacionais, o nosso interesse internacional desaparece em prol da servidão e do domínio nas relações internacionais de outros!!
Pois se fosse o contrário já teríamos enfiado a mão em poços e reservas energéticas aqui na A.L., “nosso quintal”, e não deixaríamos que os russos e outros, metessem o bedelho assim, bem debaixo do nosso nariz!!
Se quisermos o domínio geopolítico na A.L. e na África Sub-Saariana, como uma potência regional, não podemos deixar passar estas oportunidades que se apresentam para nós… ou podemos SIM deixar passar a vez, e ficarmos sonhando o quanto será belo o dia da nossa vitória geopolítica no jogo internacional, com reconhecimento de todos os outros povos nos aplaudindo por minutos e em pé no salão das vaidades que é a ONU atualmente!!!

Mas se os Russos vão investir na Venezuela, serão empresas privadas Russas a entrarem lá, e será que eles não têm medo de serem confiscadas pelo ditador comunista???
Mas vamos analisar a Venezuela atual e seu líder para ver se é assim como dizem e descrevem os senhores da imprensa… Se for assim que funciona o mundo real, ou seja, se tudo na Venezuela é confiscável ou não, ou se para os Russos não se confisca nada e pra nós brasileiros sim, como diz a propaganda dos meios de comunicação ocidentais…
Certamente o senhor Chávez sendo um líder populista não é estúpido, sabe bem que o coração de Roma é o povo, e que os humores do povo são condicionados pelo estômago, e este coração deve ser sempre contente e feliz, e este estômago sempre saciado, e existem duas formas clássicas para se programar isso…
Uma é com “O CIRCO”, que o povo esteja sempre bem divertido e entretecido, que pense em outras coisas além da própria vidinha e sofrimento cotidianos, e certamente é melhor que seja o próprio sistema que ofereça estas outras coisas para se pensar!!
Nos dias atuais, ao contrário de Roma antiga, existe a TV com suas maravilhosas novelas, tele-filmes , clássicos e mega produções de Hollywood, programas de auditório que duram horas e são ao vivo, ETc, etc,etc… mas mesmo utilizando estas novas tecnologias inventadas pelos homens para divertir o povo, ainda mantemos as tradições romanas ocidentais da ARENA, através do futebol, do vôlei, basquete, lutas entre escravos etc,etc,etc… Chávez como dissemos antes não é estúpido e nem louco, é um político e como político deve entender os humores e anseios do povo, e neste quesito do circo, ele atualmente está em maus lençóis !!

Pois falta a energia para manter entretecido o povo através das novas tecnologias, ser que estes possam ter acesso ao seu programa ilusório preferido, sem que possam ter distrações e gargalhadas provocadas pelo entretecedor de palco que eles já consideram como um amigo de casa, já que o vêem continuamente dentro a própria salas, a poucos passos do sofá, e as amizades fazem muita falta para quem tem uma vida dura como é a vida do povo, além de que existe a distração do consumismo, e sem energia não se vê o novo objeto de consumo que é o novo produto que será adquirido em breve, e não se vê o novo estilo de vida que o povo deseja continuamente em cada intervalo comercial, tendo assim que ver e absorver mais duramente a realidade que o circunda, trazendo de volta à sua condição real de vida… E sabemos ainda que se fizer o povo se sentir moderno através de brinquedinhos novos, cheios de botãozinhos para apertar, é já por si só uma forma de entretenimento muito eficaz atualmente, e utilizada globalmente, sendo o carro chefe da “globalização” do Homem como indivíduo, mas não da condição humana como espécie…
Mas voltando ao Chávez, vimos como é e como funciona o Circo atualmente e o povo raramente perdoa o líder que não proporciona o utilizo dos seus brinquedos “modernos” e a coisa piora se além desta privação do Circo, a deficiência de pulso ou organização do sistema por parte do Líder, complique ainda mais a vida dura que já vive a população, onde a máquina de lavar, o liquidificador, o elevador, etc., não funcionam como deveriam, pois falta o básico para isso, e o Líder não foi capaz de dar esta garantia ao povo, e isso é imperdoável para a massa, passarão muitos anos para que o Chávez limpe esta imagem de incompetência, se é que limpará um dia!!
E para isso, a primeira coisa que serve é a energia, ainda que importada, mas pra quê importar se tem tanta energia de forma crua embaixo da superfície da terra mãe dos bolivarianos??? Falta só extrair…

Mais uma vez vemos que eles não tem mais capacidade para isso, a sacra e “socializada”  PDVSA virou um cabide de empregos sem fim, graças a nominação de funcionários sem planejamento ou concursos públicos, assim como eram as empresas estatais brasileiras durante o regime militar , e assim não tendo mais um centavo para o investimento e modernização na extração de petróleo e gás, e a Venezuela no exterior consegue raramente empréstimos com os bancos ou fundos internacionais, isso está deixando assim a energia aprisionada lá, embaixo da terra!!
Não vai ter outra escolha que abrir as pernas para outras companhias estrangeiras, cheias de Capitais para investir e extrair a energia debaixo do solo, mas para isso deverão dar a estas companhias estrangeiras(lembrando do lema “Fora Yankees”, ou seja, nenhuma das grandes irmãs do petróleo entra nessa nova corrida ao ouro negro venezuelano) certos privilégios, e garantias, como por exemplo nenhuma taxação nos lucros e nas remessas de capitais para a matriz, para estas novas empresas petrolíferas que quiserem investir na Republica bolivariana da Venezuela!!

Mas obviamente com um certo critério que garanta o abastecimento da energia interna à Venezuela, e talvez com a construção obrigatória de uma ou várias usinas nucleares, por parte da nação que é a sede destas companhias que atualmente assina o contrato, ou ainda quem sabe algumas usinas termo elétricas que queimam óleo Diesel ou Etanol para gerar energia elétrica, por certa hipotética companhia que deseje entrar no jogo… Alguma obrigação com o fornecimento interno deve existir por força maior, ou por força de Vox Populi!
E aqui entra a Rússia, com a usina Nuclear apenas anunciada, certamente esta usina terá fins pacíficos, pois o urânio será todo extraído, enriquecido, e produzido em barras na Rússia, e exportado para a América do Sul sem algum custo para a Venezuela nesse processo inteiro, fica tudo à custa da Rússia, pois ela está extraindo parte do Petróleo do Orinoco e mantendo os lucros de tal operação nos próprios caixas… Mas a Rússia também fornece armas! Tenha calma, daqui a pouco chegaremos ao papel dos armamentos russos nesta nossa historinha da carochinha!!
Agora “O Pão”… um povo com fome gera revoltas, desconfianças, crimes e até mesmo guerras civis!! Em muitos países incluso o nosso, estas revoltas populares vem sedadas com a repressão policial, com leis duras contra quem combate o sistema, ou com redução dos direitos civis tais como o de associação e formação de grupos na sociedade e em público.
Mas para um líder populista o problema é ainda maior, pois ele se auto define perante o povo como o único capaz de mudar a realidade do mundo e do universo, como o único a ser tocado ou preferido por Deus assumindo até mesmo tons messiânicos em seus discursos, ou citando continuamente o nome do senhor Deus perante a massa que o escuta, ou ainda como o único a ser capaz de fazer algo de real, de prático na sociedade, pois a lei e o estado são ele… o que é verdade, pois se ele quiser pode sim fazer todas as leis em prol do povo e para o povo, mas raramente ele deixará a sua base ideológica ou de apoio social que concentra o poder em suas mãos, como os fiéis comandantes militares e jurídicos, ou seja deixará a elite comandar um pouco na sociedade, (lembrando que não existe uma elite homogenia em nenhum lugar do mundo, mas existem várias elites em uma sociedade heterogênea), e seja esta elite pré-existente ao seu governo, ou por ele construída sobre as partes elitárias anteriormente depostas, como é o caso aqui, mas sempre será cercado por “Fidelissssssíssssimos”, e isso influi nas escolhas diretas e praticas do Líder !
Com a destituição forçada de parte das elites pré-existentes o sistema corre vários riscos, um deles, e o maior dirá, é o da elite Latifundiária, ou agrária!
Com a confisca de terras produtivas sem algum planejamento anterior por parte do estado, para manter estas terras produtivas depois da distribuição “popular”, corre-se o risco de reduzir o abastecimento e os suprimentos ao povo (URSS anos 20), reduzindo a quantidade, a qualidade e a necessidade que a população é habituada a consumir ou para apenas subsistir.
Isso por si só já causa uma redução drástica na oferta, aumentando o risco de inflação devido ao contínuo aumento no fluxo de demanda popular. Mas o pior risco para o trono do líder populista ainda está por vir, que é o colapso do sistema produtivo agrícola!!

Uma parte das elites latifundiárias pré-existentes continua existindo, e continua na ativa no país, sendo como uma facção servil e mais aberta à nova ordem social, esta elite promove a reforma agrária doando terras para isso, promove o bem estar dos próprios funcionários através do aumento de salários, ou até doando sementes, ferramentas, gados e etc., tudo em nome da “Revolução” e citando de contínuo o nome do Líder durante esta distribuição… São abeis na própria sobrevivência durante uma mudança de “Governo”… E assim também recebem do líder supremo concessões, favores e até mesmo cargos públicos em troca deste apoio “político” e social, onde a única imposição do líder do a estes “fazendeiros” é que mantenham a produção atual, que não deixem cair a oferta de bens agrícolas no mercado interno, e que se forem capazes, aumentem de qualquer porcentual a produção, mesmo que pouco, mas aumentem…. mas existe a velha máxima que se um setor econômico não tem motivações para o crescimento e ainda possui a garantia do estado para a própria sobrevivência, não aumenta a produção, mas no máximo mantém a existente, e sem fazer muito esforço para isso.
E assim, com uma produção contínua e sempre a mesma por anos, sem novidades tecnológicas na fertilização da terra e sem a rotação de culturas no plantio, a natureza responde com força, reduzindo a cada ano a produção das terras cultivadas, e onde os agrônomos estão mais interessados a servir o chefe de departamento pra melhorar a própria carreira, do que analisar o solo e implementar a rotação de culturas, vem assim o primeiro assombro ao colapso do sistema agropecuário do país, mas ainda falta uma parte importante para isso, a do revanchismo das elites resistentes, que são fortes demais na sociedade para serem destruídas pelo estado ou para serem servis…
Esta super elite latifundiária é revanchista ao poder político que substituiu o próprio poder sobre as massas, mas sabe bem que é na produção que se baseia o seu poder na sociedade, e o estado até que é tolerante com estas elites, pois de uma forma ou de outra mantém um fluxo de produtos no mercado interno, mantendo um mínimo de PÃO para a população… Só que este precário relacionamento entre os dois contendenses ao poder supremo da nação, pode ser facilmente denegrido, e se o poder central do líder supremo demonstra em qualquer tempo fraqueza ou fragilidade, os reacionários usaram do próprio poder para minar ainda mais o pedestal do “messias”, usando a carestia para isso, ou seja, reduzindo o fluxo de produtos no mercado interno, mas não são bobos de estocar estes produtos em terras pátrias, correndo o risco de serem confiscados pelo estado e ainda dando uma excelente desculpa para que este estado tenha apoio popular para realizar o confisco das terras desta elite, e isso não pode acontecer por nenhuma razão!
Mas pode-se utilizar o sistema de comércio internacional para tal fim de minar o sistema do “ditador”, exportando os bens ao exterior, colocando o líder em uma situação política delicada perante os olhos do povo, pois seria considerado quase como um traidor se este interviesse na proibição das exportações, pois qual líder não gostaria de ter entradas de capitais com as exportações dos produtos do país, pouco importando o produto?? É um DRAMA!!!
Não tem apoio popular para confiscar as terras dos exportadores que trazem divisas para o país, e não tem apoio político para bloquear as exportações pois aos olhos do povo estas trazem riquezas para o país…. Hum Hum, eu não queria mesmo estar na pele do senhor Chávez neste caso específico!!
E é aqui que entra o nosso Brasil coloriu, no PÃO deles!! Hoje temos as maiores exportações agro-industriais para a Venezuela de todos os tempos, estas exportações cresceram mais de 400% nos últimos 4 anos, sem falar que é a Venezuela quem está promovendo o BUM de produção agrícola no norte do Brasil, com o estado federativo do Pará como carro chefe de exportações, onde a soja de Rondônia não basta para suprir a demanda da nossa federação e do estado venezuelano juntas, e onde os arrozeiros do norte brigam com os índios pelo controle de palmo a palmo das terras produtivas não alienáveis pelo estado(reservas ambientais), vendo que as exportações não param de crescer e que cada um quer uma parte deste lucros no próprio bolso ou na própria comunidade, sejam brancos, índios, negros, mulatos, orientais, brasileiros em suma, todos aqui querem uma fatia da torta do Chávez !!!

Então creio que a Petrobrás deve sim entrar nesta festa do Orinoco, construindo centrais termo-elétrico para queimar óleo diesel produzido em refinaria brasileira, com o petróleo extraído na região, ou o Etanol, produzido diretamente no Brasil, mas todas as despesas destas implantações pagas com o lucro do petróleo extraído do solo venezuelano, com concessão e debaixo do nariz do Chavito, que não soube administrar a barraca dele e por isso se encontra nesta situação!
Além de que, os acordos entre os dois estados (Brasil-Venezuela) são maiores do que relatado na mídia servil do nosso país, que diz somente que ele é um confisca dor e não é confiável, enquanto isso os grandes jogadores internacionais entram pesados no jogo Venezuelano, tirando proveito desta situação de dúvida e demora do Brasil, só falta agora é perder mais este Trem, que a oportunidade Geopolítica nos oferece, e isso por culpa da mídia nacional golpistas, que geram duvidas nos empresários e civis brasileiros!

E a Mãe Rússia viu e colheu essa oportunidade apenas se apresentou, e fez isso muito antes de todos nós aqui no sul do mundo, pois outro aspecto do Líder populista, como a história romana nos ensina, é que depois de terem os corações felizes e as barrigas cheias, deve-se mostrar que o líder é capaz de manter estas “seguranças” sociais, e deve demonstrar que isso durará por todo o reinado do “Imperador”, e que nenhum povo estrangeiro invejoso deste sucesso do “ditador” vai vir aqui roubar o que é nosso, trazer a anarquia neste mundo de paz e bem estar gerado pelo glorioso sistema dirigido e comandado pelo nosso “messias” !
E o modo de se fazer o povo se sentir seguro nos confrontos dos povos vizinhos, ou povos “ameaçadores”, ou Bárbaros para os íntimos, è assim mesmo como está fazendo o Chávez, armando-se até os dentes, se possível, e se o povo já se sente ao seguro depois destas compras de armas ou guerras vencidas (Roma), inventa-se sempre um novo inimigo a cada dia (Yankees), um povo ou grupo que quer destruir a todos eles, destruir o estilo de vida implantado, destruir a paz ao interno das fronteiras do Império, e o inimigo fará tudo isso com feroz sede de sangue e ódio nos olhos, utilizando métodos cruéis e atrozes, sem escrúpulos no matar civis inocentes que estão indo ao trabalho, trabalhando e levando a vida comum de todos os dias…. e se alguém discorda deste ódio do novo inimigo da vez, vem taxado de terrorista, de covarde apátrida ou ainda é um colaborador estrangeiro, um traidor ao interno do nosso amado território…  Ame-o ou deixe-o !!!! ….
Certamente a humanidade não muda mesmo facilmente, creio que se chegassem os ETs aqui algo mudaria, mas até lá,  tudo fica como está!!
Uma Intervenção Yankee na Venezuela para evitar esta expansão da Geopolítica Russa  é possível ???
Para isso atualmente terão que passar por cima da mãe Rússia, ainda mais agora que terão empresas russas e pessoas físicas russas trabalhando na Venezuela… e duvido que os Yankees tenham a coragem pra isso!! Mas não só eles, mas qualquer um nesta esfera azul tenha este tanto de café no bule… e a Geórgia foi o palco desta verdade… Achou ruim o que eu fiz Yankees??? Vai encarar ??? Eu ainda vou fazer é pior, vou vingar a independência do Kosovo fazendo estes dois territórios independentes, vocês fizeram um, eu faço é dois estado novinhos em folha assim aprendes e ainda você vai ter que me engolir, no fim das contas com o passar do tempo, todos vão reconhecer estes dois estados, e se fizer moção ou algo na ONU contra isso, eu VETO, pois eu posso, pois eu sou a RÚSSIA, entendeu ô “OCIDENTE” ???



Valeu e Abraço a todos, e deixe um comentário sobre este trabalho, é bom saber o que pensa por ai!
Francoorp.


Comentários
0 Comentários

Nenhum comentário:

Postar um comentário